Notícias


A Prefeitura Municipal de Itaporanga com a Secretaria de Saúde através da Vigilância em Saúde ambiental informam que a Campanha

0Ao longo da semana, vários bairros da cidade receberão pontos de vacinação, você pode conferir o cronograma completo na tabela abaixo. Após a realização da campanha na zona urbana, será feita a vacinação casa a casa na zona rural.

Avisos importantes para a campanha:

  • Levar a Carteira de Vacinação do animal;
  • Cães devem ser levados com coleira e guia (cães bravos levar com focinheira):
  • Gatos devem ser levados em gaiolas ou sacos;
  • Os animais deverão ser levados por adultos;
  • Não entregaremos doses de vacinas.

Sobre a doença

A raiva é uma doença fatal, a transmissão ocorre quando o vírus rábico, existente na saliva do animal infectado, entra no organismo através da pele ou de mucosas, por mordedura, arranhadura ou lambedura, não existindo necessariamente a agressão. Qualquer mamífero, principalmente, cães, gatos e morcegos infectados pelo vírus podem transmitir a raiva.

O Instituto Pasteur alerta que o morcego, atualmente, é a espécie mais preocupante com relação a transmissão da raiva e orienta a população para:

  • nunca tocar no morcego e nem tentar capturá-lo;
  • no caso de encontrar morcego caído (morto ou vivo), entrar em contato com o órgão responsável pelo controle de zoonoses que recolherá o animal e enviará para exames laboratoriais de raiva.
  • em caso de sofrer mordida ou mesmo arranhadura por morcego, procure imediatamente orientação médica na Unidade de Saúde.

Atenção! Morcegos são animais silvestres protegidos por lei, por isso, não devem ser capturados e mortos pela população. Eles realizam importante trabalho ecológico no processo de polinização, dispersão de sementes e redução de pragas de insetos.

Caso você seja agredido por cão ou gato, mesmo se o animal estiver vacinado contra raiva, tomar as seguintes providências:

  • Lavar imediatamente o ferimento com água e sabão;
  • Procurar com urgência a Unidade de Saúde mais próxima;
  • Não matar o animal e, sim; deixá-lo em observação por 10 dias, para que se possa identificar qualquer sinal indicativo de Raiva;
  • Se o animal adoecer, morrer, desaparecer ou mudar de comportamento, voltar imediatamente à Unidade de Saúde;
  • Nunca interromper o tratamento preventivo sem ordens médicas.

Lembre- se que a única forma de proteger os animais de estimação contra a raiva é vacinando-os!

DATA LOCAL

11/09/2018 AFRESTE, LAGOINHA, JARDIM DO BAIÃO, JERDIM DE CIMA.

12/09/2018 LOGRADOURO DE ESPERDIÃO, LAGOINHA DE CIMA, SQGUINHO.

13/09/2018 JUNCO, SÃO PEDRO, PAU BRASIL DE BAIXO.

14/09/2018 SÃO PEDRO DE DUVAN, SÃO PEDRO DE BAIXO.

15/09/2018 CONJUNTO MIGUEL MORATO.

17/09/2018 SACO DOS CAIANAS E SACO DOS PINTOS.

18/09/2018 SITIO CALDERÃO E CABEÇÃ DANTAS.

19/09/2018 SACO DOS CAVALOS E SITIO RECANTO.

20/09/2018 CANTINHO DE BAIXO E CANTINHO DE CIMA.

21/09/2018 SITIO GOIABEIRA E SITIO RETIRO.

22/09/2018 DIA D NO CENTRO DA CIDADE.

24/09/2018 SITIO VERGINHA.

25/09/2018 SITIO MATA VELHA E SITIO POÇO REDONDO.

26/09/2018 SITIO CURIMATÃ E SACO DOS PEDROS.

27/09/2018 SITIO TABULEIRO E TABULEIRO COMPRIDO.

28/09/2018 SITIO SAQUINHO DE CIMA.

29/09/2018 BAIRRO ALTO DAS NEVES.

01/10/2018 SITIO SÃO JOÃO E RIACHO DA ONÇA.

02/10/2018 SITIO ARAÇA, CASTANHEIRO, VARVOEIRO E RIACHO DO MEIO.

03/10/2018 SITIO LAGOINHA E FRADE.

04/10/2018 SITIO CATOLE E CACHOEIRA.

06/10/2018 SITIO SÃO GONÇALO, BALSAMO ONOFRE, TINTILIANO E AGUA BRANCA.

  1. REFORÇO PARA OS ANIMAIS MENORES DE 03 MESES.
« Voltar