Notícias

Defesa Civil de Itaporanga alerta potenciais riscos e informa população sobre quando acionar a defesa civil

Nos últimos dias chuvas fortes e intensas têm causado sérios danos para moradores dos bairros Onildo Mendonça, Miguel Morato e Pedra Bonita. Muitos perderam móveis e eletrodomésticos, já outros, além de perder seus bens, ainda tiveram que abandonar suas casas, pois devido à grande enchente do Rio Piancó suas casas foram inundadas.

Diante dessa situação de emergência, a Defesa Civil em parceria com as Secretárias de Meio Ambiente, Educação e Infraestrutura, com o apoio do Corpo de Bombeiro realizaram visitas nos bairros afetados, com o intuito de conter e/ou diminuir os riscos a população.

Ao final das visitas, 02 famílias foram desabrigadas pela Defesa Civil, com um total de 06 pessoas desabrigadas. Ressalte-se que a Prefeitura Municipal de Itaporanga, através de seu Prefeito Divaldo Dantas e Secretaria de Educação, por orientação da Defesa Civil, destinou como  local de Abrigo a Escola Municipal Jacinta Chaves Paulo, sendo que apenas uma família composta por 04 pessoas aceitaram ficar temporariamente neste local, enquanto a outra família resolveu ir para casa de seus parentes.

Acrescente-se que a Prefeitura Municipal de Itaporanga está oferecendo as condições necessárias para melhor acolhimento da família, visto que está fornecendo alimentos diversificados e água potável.

Além dessas ações, o Coordenador Municipal da Defesa Civil, Antonio Manoel, informa que “os últimos acontecimentos demostram que devemos nos preocupar e ficar em estado de alerta, não desacreditando da força da natureza”.

Além disso, o coordenador informa também a respeito das situações em que a Defesa Civil Municipal deve ser acionada, sendo descrito a seguir:

Quando chamar a Defesa Civil

Graves desastres com vítimas e desabrigados;
Acidentes rodoviários, ferroviários, metroviários, envolvendo grande número de pessoas;
Inundações;
Grandes incêndios, com vítimas;
Acidentes com combustíveis, produtos perigosos (radioativos, químicos, inflamáveis, tóxicos, explosivos e corrosivos);
Explosões em depósitos de gás de cozinha;
Rachaduras, trincas e fissuras em edificações;
Deformações em estruturas (lajes, vigas, pilares e paredes);
Infiltrações graves com grande risco de desabamento;
Recalque de fundações (rebaixamentos da terra ou da parede).
Além disso, o coordenador orienta a população sobre como acionar a Defesa Civil Municipal deve ser acionada, sendo descrito a seguir:

Como acionar a Defesa Civil

Caso aconteça um desastre destes elencados acima e você esteja por perto, é importante pedir ajuda, então ligue para a Defesa civil através do Disk Defesa Civil, ligando no número (83) 9.9974-7976.

É importante destacar que, quem ligar deve estar preparado para dar informações que permitirão que o socorro seja prestado rapidamente, sendo as informações básicas descritas a seguir:

Identifique-se: diga seu nome e seu telefone (talvez haja necessidade de confirmar sua chamada ou pedir mais esclarecimentos).
Onde aconteceu: dê o endereço completo, com rua, número e cidade (acrescente um ponto de referência).
O que aconteceu: seja breve, diga, apenas o essencial.

Em seguida, a própria Defesa Civil ficará encarregada de acionar o Corpo de Bombeiros, SAMU e Polícia Militar, a depender de cada ocorrência. Lembrando que, isso não impede o cidadão de acionar também estes órgãos.



 « Voltar